• GLAUCOMA DOENÇA PROGRESSIVA

    Glaucoma o que é?

    Glaucoma é uma doença que afeta o nervo óptico e que causa perda de campo visual. Normalmente o glaucoma é causado pela pressão intraocular aumentada. Podemos dividir o glaucoma em basicamente 4 grupos:

    glaucoma-visao

    • Glaucoma crônico simples

    É o mais frequente, tento uma incidência de cerca de 1 a 2% da população geral podendo atingir até 7% após os 70 anos. É assintomático. A pessoa vai perdendo o campo visual periférico sem perceber podendo atingir no final da doença um campo visual tubular ou até chegar a cegueira total. Geralmente ocorre nos 2 olhos e tem caráter hereditário, sendo que parentes de 1 grau tem até 10x mais chances de desenvolver a doença.

     

    • Glaucoma Agudo

    É mais raro, porém é um tipo de glaucoma muito sintomático: a pessoa fica com o olho muito vermelho, com forte dor ocular, visão embaçada e com risco de perda visual total em poucos dias se não for rapidamente tratado.

     

    • Glaucoma Congênito

    E relativamente raro. É o glaucoma de “nascença”, onde a criança nasce com muita fotofobia (Dificuldade de tolerar a claridade), lacrimejando e o olho costuma ser maior do que o normal (Chamado de buftalmia).

     

    • Glaucoma Secundários

    Glaucomas que são causados por traumas, medicamentos (corticoides), inflamações e isquemias retinianas (como as que podem ocorrer na diabetes).

     

    Como é diagnosticado?

    Na maioria das vezes pode-se desconfiar de glaucoma através de uma consulta oftalmológica de rotina, onde o médico através da medida da pressão intraocular ou do aspecto do nervo óptico pode suspeitar da doença.

     

    Como é o tratamento?

    Na maioria das vezes o glaucoma pode ser controlado com o uso de colírios que abaixam a pressão intraocular. Normalmente esse tratamento deve ser contínuo. No caso de glaucoma congênitos, o tratamento mais indicado e o cirúrgico.

    Pode-se também fazer sem alguns tipos de glaucoma o tratamento a laser com objetivo de ajudar a abaixar a pressão intraocular.

    Normalmente quando nem os colírios e nem o laser são capazes de reduzir a pressão intraocular tenta-se o tratamento cirúrgico.

     

    Quais são os fatores de risco do Glaucoma?

    Idade acima de 40 anos, histórico familiar, diabetes, uso prolongado de medicamentos com cortisona, aumento da pressão intraocular e ser da roça negra. Nesse grupo a incidência da doença é duas vezes maior do que entre os brancos.

    O nervo óptico com glaucoma normalmente tem uma escavação aumenta.

    Leave a reply →

Deixe uma resposta

Cancelar resposta

Photostream